Apresentação

Etnomídia é o primeiro grupo formalmente acadêmico, numa escola brasileira de Comunicações, criado para incentivar a reflexão, a pesquisa e a ampliação do debate acerca do impacto do discurso midiático sobre os grupos étnicos historicamente discriminados (afrodescendentes negros, indígenas, judeus, asiáticos, ciganos, etc.) no Brasil.

Registrado no CNPq e confirmado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), desde 1997 foi formalmente instituído no âmbito do Departamento de Comunicação da Faculdade de Comunicação da UFBA.

Composto por pesquisadores, graduandos, pós-graduandos e profissionais de mídia e de outros campos das Ciências Sociais, desde 2007 localiza-se no Pós-Cultura – Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade/UFBA.

A filosofia do Grupo de Estudos leva em conta os interesses da nova globalização na dispersão das energias não incorporadas ao modelo que, de forma avassaladora, a propaganda impõe como único, utilizando-se de aparatos sofisticados proporcionados por mídias antigas e contemporâneas, além do estímulo ao separatismo e a premiação das diferenças como tática de divisão dos excluídos que também devem ser considerados.

A pesquisa e o estudo da construção do discurso racial/étnico nas mídias são objetivos do grupo. Assim, pretendemos contribuir para a ampliação da cidadania, a diversidade cultural e a democratização da informação no país e além fronteiras.

Acesse as versões anteriores do site.


Pesquisa "Mercado de Trabalho de Comunicação e Políticas de ação afirmativa"